domingo, 25 de agosto de 2013

Em terra de cego, quem tem olho é rei.


Bravo cel (coronel) Paes de Lira e sua análise clara e objetiva sobre o empossado papa Francisco e sua omissão perante o aborto quando aqui esteve no Brasil.









E o 'católico de jangada' achou tudo muito lindo na JMJ 2013... 




A OMISSÃO DO PAPA EM RELAÇÃO AO ABORTO NO BRASIL INCENTIVOU A PRESIDANTA A TRAIR MILHÕES DE BRASILEIROS QUE NELA VOTARAM E IMPLANTAR O ABORTO NO BRASIL. MILHÕES DE INOCENTES E INDEFESOS SERÃO LEVADOS AO MATADOURO. QUE DEUS SE APIEDE DE NÓS, ÓRFÃOS SEM PASTORES OU COM PASTORES MEDROSOS E INDIFERENTES AO PECADO.

O Papa não poderia ter se calado, deveria ter gritado aos quatro cantos o PECADO ABOMINÁVEL DO ABORTO CONTRA O ESPÍRITO SANTO MESMO QUE LHE CUSTASSE A VIDA, como agiu São João Batista ao denunciar o ADULTÉRIO DE HERODES.!



Que revolução quer Francisco?


fonte: sebastianbaldi.blogspot.com.br




Catecismo:



Uma Omissão pode ser uma falta muito grave, como estabelece o Catecismo da Igreja Católica :

2277. – Assim, uma acção ou uma Omissão que, de per si ou na intenção, cause a morte com o fim de suprimir o sofrimento, constitui um assassínio grave contrário à dignidade humana e ao respeito do Deus vivo, seu Criador. (Ver Eutanásia).

Uma omissão pode constituir um escândalo grave, exactamente em conformidade com a pessoa que o comete ou em relação aos seus efeitos, como lembra ainda o Catecismo da Igreja Católica :

2284. - ...O Escândalo constitui uma falta grave se, por acção ou Omissão, levar deliberadamente outra pessoa a cometer uma falta grave.



Postar um comentário