sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Incrível testemunho: De sacerdote muçulmano a missionário católico

“Foi o Corão que me converteu ao Cristianismo”


De sacerdote muçulmano a missionário católico: conheça o incrível testemunho do indiano Mario Joseph, que descobriu Jesus Cristo lendo o Alcorão. “Para ter vida eterna, você precisa de Jesus, e não só isso, você precisa da Igreja Católica.”



O indiano de ascendência turca Mario Joseph é o terceiro de uma família muçulmana de seis irmãos. Depois de uma gestação difícil, em que os médicos chegavam a temer por sua vida, Mario foi "dedicado" por sua mãe a Alá e, desde cedo, teve uma vida muito diferente da que seus irmãos levavam. Separado para o serviço religioso, ele cresceu sem ir à escola, até os 8 anos, quando começou a frequentar um colégio islâmico para assumir a função de " mawlana", uma espécie de clérigo do Islã. Antes de completar 18, Mario Joseph já era imã e chefe religioso de uma comunidade muçulmana na Índia.

O que ele não imaginava era que a sua vida virasse totalmente de ponta cabeça, depois que ele procurasse conhecer a fundo um dos profetas mencionados no Alcorão. Seu nome era Jesus Cristo.

Abaixo, excertos de uma entrevista concedida pelo agora missionário cristão Mario Joseph, à apresentadora Cristina Casado, do programa Cambio de agujas, do canal HM Televisión.

"Quem é Jesus?"

"Eu trabalhava em uma mesquita, como 'pároco', e um dia, enquanto eu pregava em minha comunidade que Jesus Cristo não era Deus – pois, para mim, Deus era apenas Alá e, como ele nunca
se havia casado, não tinha nenhum filho –, alguém da multidão, talvez até um muçulmano, perguntou-me: 'Quem é Jesus?'. Eu estava pregando que ele não era Deus, mas a sua pergunta era: 'Quem é Jesus?'."

"Para saber quem ele era, li o Corão inteiro mais uma vez – 114 capítulos, 6.666 versículos. Quando li, encontrei o nome do profeta Maomé em 4 lugares, mas o nome de Jesus, eu achei em 25. A partir de então, comecei a ficar um pouco confuso. Por que o Alcorão dava mais preferência a Jesus?"

"Uma segunda coisa era que eu não conseguia ver o nome de nenhuma mulher no Corão, nem o da mãe de Maomé, nem o de sua esposa, nem o de suas filhas, nada. Lá, há um único nome de mulher que encontrei: Maria, mãe de Jesus, e nenhum outro. O capítulo 3 do Corão se chama 'Família de Maria' e o 19, simplesmente 'Maria'. Um capítulo todo dedicado a ela. Então, eu fiquei curioso para saber por que o Corão dizia todas aquelas coisas."

"Na surata III, versos de 45 a 55, há dez coisas que o Corão fala a respeito de Jesus: a primeira é 'Palavra de Deus'; a segunda, 'Espírito de Deus'; e a terceira, 'Jesus Cristo'. O Corão também diz que Jesus falou quando era pequeno, com 2 dias, logo depois de seu nascimento (v. 46); diz que ele criou um pássaro vivo a partir do barro, que ele pegou um pouco de lama, soprou e a lama se tornou um pássaro vivo (o que significava que ele podia dar vida, eu supunha); diz que ele curou um cego de nascença, um leproso etc (v. 49). Curiosamente, o Alcorão diz que Jesus dava a vida aos mortos, subiu aos céus, que ainda está vivo e que vai voltar de novo."

"Quando eu vi todas essas coisas, meu pensamento foi: e o que o Corão diz sobre Maomé? Sabe, de acordo com o Corão, o profeta não é nem Palavra de Deus, nem Espírito de Deus, não falou quando tinha 2 dias, nunca criou nenhum pássaro com barro, nunca curou nenhum doente, nunca ressuscitou nenhum morto – ele mesmo morreu e, segundo o Islã, não está vivo e não vai voltar. Então, há muita diferença entre esses dois profetas."

"Eu não chamava Jesus de Deus. Minha ideia era de que ele era um profeta, porém maior do que Maomé. Então, um dia, eu fui a um professor, que tinha me ensinado por 10 anos no colégio árabe, e perguntei-lhe: 'Professor, como Deus criou o universo?' Ele disse: 'Deus criou o universo por meio da palavra, através da Palavra'. E eu perguntei, então: 'A Palavra é criadora ou criatura?' Se ele dissesse que a Palavra de Deus era criadora, isso significaria que Jesus é criador e, portanto, os muçulmanos deviam fazer-se cristãos. Se ele dissesse que a Palavra é criação, ele cairia em contradição porque, se tudo foi criado pela Palavra, como Deus, então, teria criado a Palavra? Não podendo dizer que a Palavra é criadora nem criatura, ele, furioso, empurrou-me da sua sala e disse: 'A Palavra não é criadora, nem criatura, saia já daqui'."


"Lê a Bíblia"

"Então, eu disse ao meu professor: 'A Palavra não é criadora, nem criatura, e por isso os cristãos dizem que a Palavra é Filho de Deus'.
Daí, ele me disse que, se há um filho de Deus, eu deveria mostrar-lhe a esposa de Deus. Sem esposa, impossível ter um filho. Mostrei-lhe um trecho do Corão, que diz que Deus pode ver, não tendo olhos; falar, não tendo língua; e ouvir, não tendo ouvidos. 'Se é assim, eu disse, ele pode ter um filho sem uma esposa.'"

"Nós tivemos uma grande discussão, e sabe o que eu fiz no final? Peguei meu Corão, abracei-o contra o meu peito e disse: 'Alá, dizei-me o que eu devo fazer. O vosso Corão diz que Jesus está vivo ainda e Maomé não está mais. Dizei-me qual deles eu devo aceitar.' Depois da minha oração, abri o Corão – sem perguntar a ninguém, apenas a Alá – e li o capítulo X, versículo 94, que dizia: 'Se tiveres alguma dúvida sobre esse Corão que te dou, lê a Bíblia ou pergunta ao seu povo, aqueles que leem a Bíblia'."

"Então, se você me perguntar quem me fez cristão, eu direi que não foi nenhum sacerdote, nenhuma religiosa, nenhum bispo, nenhum cardeal, nem mesmo o Papa. Foi o Corão que me converteu ao Cristianismo."

"Depois disso, então, eu decidi estudar a Bíblia e comecei a frequentar uma casa de retiros chamada Divine Retreat Center, na Índia. Enquanto eu fazia meus estudos bíblicos, houve muitos pontos da Bíblia que me tocaram. No primeiro dia, o padre leu o Evangelho de S. João, capítulo I, versículo 1 seguintes: 'No princípio, era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus, e a Palavra se fez carne.' O meu Corão dizia que Jesus era a Palavra de Deus, e agora a Bíblia também. Eu comecei a achar os dois livros muito parecidos e fiquei muito feliz em saber que eu precisava do Corão e da Bíblia, de ambos. Eu estava desse jeito: um dia me tornava cristão, no outro, muçulmano..."

"Até que eu ouvi mais uma palavra: João, I, 12, uma palavra que eu acolhi com muita docilidade. Está escrito na Bíblia que, àqueles que aceitam Jesus, Ele dá-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus. Sabe, em todos os versos do Corão, Alá chama os seres humanos de escravos, e Alá é senhor. Mas o senhor não pode amar o seu escravo, nem o escravo amar o seu senhor, e eu não gosto de ser chamado por alguém de escravo. Mas, quando ouvi aquele versículo, eu imediatamente falei: 'Eu preciso de Jesus, porque eu quero ser um filho de Deus.' Foi então que eu comecei a chamar a Deus de pai porque, até então, não sabia que podia chamá-Lo de pai, assim como fez Jesus, ensinando a oração do Pai-Nosso. Se você me perguntar, eu não consigo expressar a minha alegria toda vez em que chamo a Deus de pai. Sempre que eu penso que o Criador do universo é meu pai, eu sinto uma alegria inexprimível, uma experiência que não consigo explicar. Foi ali que eu decidi aceitar Jesus."

"O meu pai só estava obedecendo ao Corão"

"Nessa época, eu estava fora de casa. Os meus pais pensavam que eu estava em minha mesquita, e o pessoal da mesquita achava que eu estava em minha casa. Quando eles se comunicaram, perceberam que eu não estava em nenhum dos dois lugares. Então, eles procuraram por mim em todo lugar, publicaram um aviso em vários jornais e na televisão, até finalmente me encontrarem em uma casa de retiros católica."

"Quando meu pai chegou lá, foi terrível. Ele me espancou muito, até eu sangrar pelo nariz e ficar inconsciente. Daí, ele me levou para casa. Eu não sei como, porque estava inconsciente, mas de alguma forma ele me levou. Quando voltei a mim, eu estava em uma sala pequena, sem roupas, completamente nu, com os meus braços e pernas acorrentados . Eu não podia nem mesmo falar porque havia pó de pimenta em minha boca, em meu nariz e em meus olhos, e, nonde quer que houvesse uma ferida em minha pele, eles também colocavam alguma pimenta, para me queimar. Eles fizeram tudo isso porque está escrito no Corão, em mais de 18 passagens, para lutar contra os infiéis – e está escrito, em alguns lugares, para matar quem rejeita o Islã. O meu pai só estava obedecendo à lei do Corão."

"Durante todos aqueles dias, eles não me deram nada para comer ou beber. Desidratado, eu tentava lamber um pouco do sangue que escorria, para molhar a minha garganta. Veio então o meu irmão e passou urina em minha boca. (Eles dizem que esse é o castigo que merece quem acredita em Cristo.) Depois de muitos dias sem água nem comida, meu estômago começou a se retorcer e meu corpo começou a ficar fraco. Eu era como um recém-nascido. Cheguei a perder até o meu poder de memória. Não conseguia nem mesmo pensar, por não ter o que comer ou beber. Parecia um cadáver."

"Não sei quantos dias passei naquela sala – acho que mais de 20 –, até que, um dia, meu pai entrou na sala e tirou minha corrente para saber se havia vida no meu corpo. Eu estava desacordado, mas ele apertou tão forte a minha garganta que eu não conseguia mais respirar. Quando abri os meus olhos, então, vi que ele tinha um facão na sua mão. Ele disse: 'Este é o seu último momento. Sem misericórdia. Se você precisa de Alá, eu permito que você viva. Se precisa de Jesus, eu o mato.' Eu conheço bem o meu pai. Ele realmente ia me matar."

"Quando percebi que aquele era o meu último momento de vida, pensei: 'Bom, Jesus morreu, mas Ele voltou; se eu morrer em Jesus, também devo conseguir a minha vida de volta.' Pensei comigo que seria um tipo de alegria morrer em Jesus. Decidi-me, então, e, de repente, uma luz caiu em minha testa, como um luar, e eu senti uma espécie de choque elétrico, uma descarga que atravessava as minhas veias. Eu estava energizado. De algum lugar, a energia passava pelo meu corpo e eu não conseguia me controlar, havia muita energia nos meus ossos."

"Então, eu empurrei as mãos de meu pai para baixo e gritei: 'JESUS!' Quando eu gritei, o meu pai caiu com a faca no chão. Assim que ele caiu, apareceu uma grande ferida em seu peito, que começou a sangrar. Uma espécie de espuma corria da sua boca, e ele gritava. Todos estavam chocados – meus irmãos, minha mãe e minhas irmãs. Ninguém sabia o que estava acontecendo. Eles pensaram que meu pai já estivesse morto. Pegaram-no, então, e correram com ele para o hospital."

"Ao sair, porém, eles esqueceram de trancar a porta do lado de fora. Eu, mesmo depois de tantos dias sem comer, como um recém-nascido, tinha uma energia que não sou capaz de explicar. Vesti, então, as roupas do meu pai, saí e corri para o ponto de táxi a fim de fugir para Potta. No caminho, o taxista, que era cristão e conhecia a minha história, comprou-me alguns doces e um suco. Ainda hoje, eu tenho contato com o taxista e ele é um bom amigo meu."

"Naquele dia, eu entendi que meu Jesus está vivo, mesmo agora. Quando clamei por Ele em minha necessidade, Ele salvou-me. Isso quer dizer que Ele está presente aqui, mesmo enquanto eu falo com você. Em todo lugar, eu sei que Ele está presente, porque, agora, 18 anos depois da minha conversão, eu jamais pensei que os muçulmanos me permitiriam viver por tanto tempo. Eu cheguei a pregar no Oriente Médio, os árabes vieram, mas nada aconteceu. Isso significa que meu Jesus está vivo e está me protegendo."


"Mesmo depois dessa experiência, já tentaram me matar muitas vezes. Na verdade, os meus pais simularam uma cerimônia de funeral para mim. Sabe o que é isso? Eles fizeram uma estátua minha, enterraram em um túmulo e escreveram a data do meu nascimento e o dia do meu falecimento, ou seja, o dia em que eu me fiz cristão, quando recebi o Batismo. Aquela é a data da minha morte para eles, e eles me enterraram. Então, eu tenho o meu próprio túmulo na minha cidade natal."

"Eu sei disso porque um dos meus amigos cristãos, quando passou por lá, tirou uma foto do túmulo e mandou para mim. Depois de tudo o que aconteceu, eu não tenho nenhum contato com minhas irmãs, que eu amo muito, nem com minha mãe... Eu realmente as amo, mas, sem chances. Humanamente falando, não tenho esperanças, mas Deus pode tocá-los um dia, então eu sigo rezando. Mesmo que eles não aceitem o Cristianismo, eu estou sempre dizendo: 'Jesus, por favor, leve-os ao Céu'. Onde quer que eu esteja, eu preciso deles, então essa é a minha oração sempre."

"Jesus está preparando uma grande mansão para mim"

"Nunca tive medo da morte, nem você deveria ter. Medo da morte é, na verdade, bobagem, porque todos os que nasceram deverão morrer um dia. Cem por cento. Com medo ou não, todos têm que morrer. Essa é a única coisa certa que você sabe na terra. Agora, enquanto falo com você, não tenho certeza se isso será transmitido, porque qualquer coisa pode acontecer. Não sei se jantarei hoje à noite, se voltarei para a Índia, se meus filhos farão bons estudos e conseguirão um diploma, não tenho certeza de nada, de nada. A única coisa certa que existe nesta terra é que eu morrerei. Tudo o mais é incerto."

"Então, nunca tema a morte. Esteja certo de que ela virá um dia. O que você pode fazer é pensar. Se você acredita em Maomé e morre, qual será a sua situação? O profeta Maomé morreu, as pessoas o enterraram e, depois, não sabemos para onde ele foi. Se eu morrer nele, não sei para onde irei. Todos os deuses hindus – existem tantos deuses e deusas em meu país! –, todos viveram, criaram
história, morreram, as pessoas os enterraram, e não sabemos para onde eles foram. Então, se eu acredito em todos eles, não sei qual é o meu futuro. Mas Cristo, que morreu, voltou. Por isso, eu tenho a esperança de que, se eu morrer em Cristo, eu voltarei. É melhor, portanto, estar certo da morte e morrer em Cristo."

"Jesus diz bem claramente em João, XIV, 2-3: 'Na casa de meu Pai há muitas moradas. Vou preparar um lugar para vós. E depois que eu tiver ido e preparado um lugar para vós, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais vós também.' Sabe, eu estou muito feliz por saber que Jesus está preparando uma grande mansão para mim no Céu porque, uma vez que terminada, Ele volta para me buscar. Eu acho que é uma mansão muito grande porque, nos últimos anos, os muçulmanos tentaram e não conseguiram me matar, o que significa que a construção ainda está em andamento e, quando tudo estiver pronto, Ele voltará para me buscar. Só então os muçulmanos poderão me matar. Até lá, ninguém pode."

"Para ter vida eterna, você precisa da Igreja Católica"

"Então, eu não tenho medo da morte, isso é um fato. A única coisa em que penso é: e depois da morte, o que há? Para ter vida eterna, você precisa de Jesus, e não só isso, você precisa da Igreja Católica."

"Digo isso especificamente porque cada religião diz que a barreira entre Deus e o homem é o pecado. No Islã, para o pecado, há a oferta de animais. No hinduísmo, há a reencarnação. Mas só no Cristianismo o próprio Jesus remove o meu pecado e a minha punição e me faz puro para levar-me até o Céu. Jesus é meu Salvador. Ele é perfeito homem, porque sou homem, meu Salvador deve ser um homem; e Ele é perfeito Deus, porque eu preciso da vida eterna, e só Ele pode dar-me."

"É muito simples dizer-lhe por quê. A consequência do pecado é a morte. Assim como, para remover a escuridão, você deve trazer luz, para remover a morte, você deve trazer vida. Mas a vida de quem? No Antigo Testamento, eles davam a vida de um animal, porque acreditavam que a vida estava no sangue, e sangue animal. Os muçulmanos ainda estão fazendo isso. Mas, para remover minha morte, eu preciso ter vida eterna. Ora, de onde posso ter vida eterna? Só de Deus, e isso é dado por Jesus na Cruz."


"Por isso, quando eu participo de Seu corpo e sangue, eu estou participando de Sua vida, tomando parte de Sua vida. É por isso que Jesus me chama de 'irmão', e Jesus e nós, ambos, chamamos Deus de 'pai'. É uma união com Ele, na qual nós obtemos a vida eterna. Para receber isso sempre, você deve ser católico. Porque Jesus disse claramente: 'Se você come o meu corpo e bebe o meu sangue, nunca morrerá e, mesmo se morrer, eu o ressuscitarei' (cf. Jo, VI). Foi assim que eu decidi tornar-me cristão e, especialmente, católico."

Uma palavra à Europa

"Nós somos muito fracos em educar nossos filhos na fé. Somos muito fracos. E essa fraqueza originou-se em nós quando começamos a falar demais de 'liberdade'. Quando começamos a dar muitas liberdades que não são permitidas por Deus – como, por exemplo, 'casamento' gay, aborto e drogas, que são legalizados em todos os países agora –, ninguém tem o direito de questionar ninguém. Nem os pais têm o direito de questionar os filhos. Essa 'liberdade' é um verdadeiro obstáculo para transmitir a fé."

"Além disso, nessa 'liberdade', os pais são incapazes de mandar as crianças às aulas de Catecismo. No Islã, como se trata de uma religião política – eles tentam regular o mundo com a lei da sharía –, acaba-se obrigando as crianças a irem à escola. Desde a infância, eles são treinados em sua fé para serem fanáticos. Eu digo que devemos respeitar o ser humano, devemos dar-lhe total liberdade, mas, ao mesmo tempo, desde a infância, devemos educar as crianças no catolicismo. Se isso for possível, definitivamente a Europa mudará."

"Dois dias atrás, depois de chegar aqui, eu estava rezando pela Europa e perguntei ao Senhor qual era a mensagem que Ele tinha para esse continente, especialmente para a Espanha. A mensagem que eu recebi vinha do livro do Apocalipse, capítulo II, versículos de 2 a 4. Diz o Senhor: 'Sei o quão duro trabalhaste por mim.' A Espanha fez muitos trabalhos em nome de Jesus. 'E sei o quanto sofreste por mim.' Ela também passou por muitos sofrimentos por causa de Jesus. 'Sei como enfrentaste os falsos profetas.' A Espanha lutou contra falsos profetas por muitos anos. E Deus diz: 'Mas, agora, tenho uma queixa contra ti. Perdeste aquele primeiro amor. Perdeste aquele primeiro amor. Retorna àquele amor.' Então, para a Europa, Deus está dizendo apenas uma coisa: 'Retorna a esse amor', como os seus antepassados, 'retorna'."

"Todos nós rezaremos e trabalharemos por isso. Essa é a minha ambição, é a razão pela qual estou aqui. Não era meu desejo estar aqui, mas Deus mandou-me à Europa. Há muitos profetas que estão vindo para a Europa. E há tantos profetas e santos na Europa que passam despercebidos por nós. Com todos nós rezando e trabalhando juntos, no fim, as mudanças acontecerão."


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

A descristianização da Europa

Igreja centenária vira pista de skate com grafites coloridos, na Espanha:

Muito triste o destino da Europa, berço da civilização cristã.

Igrejas viram bares, bibliotecas e agora pista de skate com figuras de mulheres nuas em suas paredes!

Que Deus tenha misericórdia do povo europeu, que resolveu em sua grande maioria virar as costas para Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Mãe Maria Santíssima.

E a pergunta que fica no ar é: onde estão as autoridades da Igreja espanhola? De onde veio a permissão para vender a Igreja? Fizeram como Judas Iscariotes!!! Agora estão por sua própria conta!

Para ver como ficou a Igreja, clique aqui.

domingo, 13 de dezembro de 2015

Veja o vídeo e diga se é ou não é lindo demais!!!




Netos e bisnetos do Profeta Pedro II cantando e tocando no Programa A PALAVRAVIVADEDEUS do dia 12/12/2015.
Posted by Iarles Soares Ferreira on Sábado, 12 de dezembro de 2015


Salve Maria!
O Blog Cruzada Católica compartilha com o leitor, uma canção de Natal tocada por netos e bisnetos do confidente católico Bento da Conceição no Programa Católico que foi transmitido no dia 12/12/2015 através de muitas rádios espalhadas pelo Brasil e também pela internet.
As crianças deram um show literalmente cantando canções natalinas, onde uma menina de 8 anos faz segunda voz e um menino de 8 anos também toca acordeon que nem "gente grande".
Que alegria ver nos dias de hoje, tempos difíceis, famílias que ainda vivem o verdadeiro Natal, o "Nascimento do Menino Jesus". 
O menino do acordeon se chama Bento, mais conhecido como Bentinho.
Ele também acompanha o pai João Batista e o tio Valter pelo Brasil, tocando e cantando no Grupo Terno de Reis Taquaras, mantendo a Tradição Familiar, principalmente nessa época, visitando casas, anunciando o Nascimento do Menino Jesus.

O leitor que acompanha o Blog sempre ouve canções que colocamos do coral A Palavra Viva de Deus, do qual todas as meninas do vídeo fazem parte. Você pode visualizar aqui 


Compartilhamos também com o leitor um pouquinho do trabalho do Terno de Reis Taquaras:



O Programa "A Palavra Viva de Deus" é transmitido ao vivo todos os sábados das 14h00 às 16h00 (horário de Brasília - Brasil) e pode ser encontrado no canal do youtube.

Santa Luzia - Linda canção dedicada a protetora dos olhos e Mensagem da PVD

Conheça a linda história de Santa Luzia através dessa linda canção de Aline Conceição.
Cantam: Aline Conceição e José Roberto





Mensagem recebida pelo Confidente Católico 
Bento da Conceição – Taquaras – Balneário Camboriú
Santa Catarina – Brasil
Informações: (0xx47) 3169-1316

Tua alma vive na luz

11/12/2015

Só não consegue enxergar a verdade, esses que só veem tudo aquilo que vem pela frente, as coisas do mundo. Se tal pessoa não vê, nada pode provar o que vem aparecendo. Ao contrário são os poucos que vêm sendo escolhidos. Esses sim, mesmo o pouco que enxergam, recebem de Deus somente a Luz, sabendo que a Luz de Deus vem mostrando tudo. Foi assim da primeira vez. Não foram todos que conseguiram ver Jesus como verdadeiro Filho de Deus. Por mais sagrado que seja o que vem acontecendo, não admitem que este seja o fim dos tempos. Por razão nenhuma podem esperar que este seja o fim. Sim, porque o diabo sabe como vem agindo, que, quem tem olhos não consegue enxergar, e ouvidos, não conseguem ouvir.

Eu, Luzia, ainda enquanto estava na Terra, foram poucos que acreditavam em mim. Sabiam que eu tinha meus dois olhos lindos que Deus me deu, onde até um jovem queria que eu viesse a ser sua esposa, mas não podia me ter, porque já estava predestinada para ser uma pessoa a serviço do Senhor, Nosso Pai e Salvador, como vens sendo, irmão. Muitos não vêm te aceitando por seres uma pessoa que veio para dar exemplo como enviado de Deus. Teus olhos não conseguem ver como deviam, mas tua alma consegue ver somente a verdade.

Meu irmão Pedro II, por onde andares, jamais faltará a Luz, sabendo que consegues enxergar tudo o que vens fazendo, só em dizer que Deus continua sempre a teu lado, onde os que vêm enganando o povo, esses fingem que são os verdadeiros enviados de Deus, mas não são. São sim, enganadores, para que seus ensinamentos façam com que possam enxergar coisas materiais. Cada um desses fingidos vem enganando a maior parte da humanidade. Tudo aceitam, conforme eles vêm ensinando, aceitando o chefe da Igreja, que só ele sabe o que vem fazendo.

Tu sim, irmão, mostras o que és pela tua fé, mesmo com o pouco que enxergas. Mas tua alma vive na luz.


Santa Luzia e Pedro II

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Música: Ó noite santa! (Versão de "Oh Holy night")


Ó noite de Paz em que Jesus nasceu!

Música: Ó noite santa! (Versão de "Oh Holy night")
Cantam: Aline e Graziele Conceição



Emocionante! "Eu sou o bebê"


Entrevista com Francine - FRANÇA


Nascida em 1933, Francine Christophe foi deportada com sua mãe para o campo de concentração de Bergen-Belsen em 1944. Liberada no ano seguinte, ela nunca mais parou, desde então, de dividir suas experiências e lembranças, sobretudo com as gerações mais jovens.




*****


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

A Nova Ordem Mundial

Luciano Alvarenga
(Autor do artigo)

O projeto globalista, fincou raízes no Brasil; a bem da verdade, já vai dando suas primeiras floradas por aqui. Até algum tempo atrás, nos parecia que globalização era acesso a bens eletrônicos, mais riquezas, conexão com o mundo pelas mídias e redes digitais. Vai ficando mais claro agora, espero que não tardiamente, que o centro fundamental do projeto globalista é a destruição da cultura religiosa, tradicional e conservadora da sociedade brasileira, mas não apenas.
Ao mesmo tempo em que, em germe, vai se estruturando um governo global, a partir do exemplo europeu, falarei disso em outro artigo, por aqui, trata-se de desmontar, destruir, enfraquecer todos os traços, toda a cultura tradicional brasileira, especialmente aquela que tiver acento religioso. Gaysismo, Ideologia de Gênero, sacro santa Ecologia, Nova Educação (sócio construtivismo), Politicamente Correto, tudo isso embalado nas mídias que vendem sem parar o dia todo, todo dia, das mais diferentes formas, em TV aberta, ou à cabo, uma nova ideia sobre tudo e sobre todas as coisas.
De repente o mundo tradicional é apenas conhecido pelos velhos, enquanto os jovens, dele, sabem apenas por que ouviram falar; ainda que acreditem no que receberam como herança cultural, não professam a crença que acreditam. É dessa maneira que uma cultura global, sem raízes locais, vai se impondo, com novos códigos, novos signos, e todo eles no sentido de substituir o tradicional, o conservador, o religioso.
Ao mesmo tempo em que os animais devem ser protegidos; as águas devem ser cuidadas; o clima deve ser salvo; as diferenças devem ser esquecidas; que o bullying deve ser combatido; que ser homem e ser mulher não existe, são construções culturais, mas estranhamente os gays já nascem gays; que o aborto é direito à vida da mulher; que os homens podem engravidar implantando úteros em suas barrigas; que o amor pode ser vivido sexualmente até com os animais; que a pedofilia nega o direito legítimo da criança ao sexo; que o incesto é um tabu sem sentido e que, o sexo entre irmãos e pais e filhos é apenas mais uma expressão de amor que precisa ser aceita; enquanto tudo isso vai se firmando, como a nova cosmovisão que a todos deve conformar e, aos poucos as escolas (o lócus principal onde essa cosmovisão está sendo implantada), cuidam de “educar” pra essa nova ideologia; todo o resto que a isso não estiver conformado, deve ser combatido, destruído.
Aquele conjunto de ideias e princípios vai se firmando como a nova referência na sociedade, e mais e mais gente vê sentido nessas ideias, enquanto a mídia, ubíqua, cuida de doutrinar, desde a mais tenra idade, os novos cidadãos pra essas novas ideias. Doutro lado, todos aqueles que defendem, acreditam e se importam com o conjunto de valores e princípios até pouco tempo atrás predominantes, são mais e mais acusados de atrasados, racistas, homofóbicos, misóginos, arcaicos, reacionários, criminosos, fascistas, preconceituosos, apegados ao passado; por isso devem ser excluídos, descriminados, rotulados, sofrer bullying, serem marcados com a pecha de malditos.
A geografia cultural desses dois países em confronto hoje é; o Brasil conservador, interiorano e religioso, do qual faz parte a maioria esmagadora da sociedade do páis; e do outro lado, o Brasil cosmopolita, global, hiper urbano, ateu e, com ele, toda a mídia. Claro que outras divisões existem e são muitas, mas todas elas cabem dentro daqueles dois grupos opostos e maiores. Todo o espectro político, a educação nas escolas, a fala nas igrejas, as mídias, as editoras de livros, os sites e blogs, os programas de TV, a cultura nas ruas e bares, as grandes gravadoras, existem levando em conta àquela divisão.
O Fundo mais profundo dessa disputa local, Brasil, é o grande projeto mundialista de levar o ocidente a vencer sua cultura de base judaico-cristã, superá-la. O que está em andamento por todo o ocidente, pra não mencionar a Ásia oriente que se inscrevem nessas mudanças dentro de outras perspectivas, é uma sociedade de cunho tecnicista, tecnológica, ateia, assentada numa religiosidade ecológico-pagã, já em construção.
Esse fim de semana último, 29/30 de novembro, se reuniu em Paris, 

a maior quantidade de lideres de Estado da história; pra discutir o quê? Clima, meio ambiente, ecologia, efeito estufa. Esses são problemas de fato graves, e merecem a importância e o destaque que a eles são dados pela classe política e pela imprensa internacional? Não, em hipótese alguma.
A quantidade de cientistas de alto gabarito que renegam a tese da

catástrofe ambiental, não caberia nesse texto caso fosse citá-los. Onde eles estão? Calados, silenciados e impedidos de continuarem suas pesquisas. Na linha de frente das pesquisas sobre meio ambiente, ecologia e afins, só há espaço praqueles que concordem com a tese central; qual seja? Precisamos salvar o planeta, ainda que na verdade, nada indique com certeza que ele precise ser salvo.
Em resumo, tudo isso é a construção da nova ordem mundial.


Mensagem da PVD: Mês de Novembro

Clique na imagem e leia as 
Santas Mensagens da Palavra Viva de Deus 
do Mês de Outubro de 2015




quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Canção de Natal: "Noite feliz"

A canção mais tocada e ouvida na época de Natal, gravada pelo Coral " A Palavra Viva de Deus": Noite Feliz.




Música: Noite feliz 
CD Coral " A Palavra Viva de Deus" Vol. 01
Solista: Odete
Coral: Odete e Terezinha


sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Música: Primeira Aparição de Nossa Senhora das Graças


Hoje, 27 de novembro, dedicamos uma linda canção à Nossa Senhora das Graças.

Música: Primeira Aparição de Nossa Senhora das Graças
Coral "PVD"
Solistas: Maria Luíza (Malú) e Janete Moura


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Canção de Natal: Nasceu Jesus

Mais uma canção natalina pra você ouvir com sua família, principalmente com as crianças, ensinando-as através da música que o Natal é o Nascimento do Menino Jesus.

Música: Nasceu Jesus
Coral A Palavra Viva de Deus



quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Canção de Natal: Cantai,é Natal (Dim Dom Dim)

Salve Maria!
Faltando exatamente um mês para a chegada de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Natal, o Blog Cruzada Católica vai colocar à disposição belas canções natalinas, para que possamos preparar nosso coração para a chegada do Menino Jesus.

A canção de hoje é: 
Cantai,é Natal (Dim Dom Dim)
Solista: Alice
Coral A Palavra Viva de Deus

O sol pulsou!

Gravação realizada pela família Conceição no Bosque João Paulo II em Curitiba -PR, há alguns anos atrás. Impressionante!



Trecho da Mensagem de 27/06/95 - Eu, Maria Santíssima, Rainha do céu e da terra, por muitas vezes mostrei o potencial da força que Javé deu à Mim onde tu também tens, Meu filho, GRAVADO NA FITA, O SINAL DO SOL QUE RECEBESTE NO BOSQUE JOÃO PAULO II, A LUZ QUE BRILHA ATRAVÉS DO SOL, Fui Eu e Meu Filho Jesus, que demos a vocês, para ser visto por muitas pessoas. Se o tens, assim como também a palavra DEUS é porque tiveste a graça na frente do Criador de todo o Universo... http://ceifadores.com.br/site_antigo/novo/mensagens-divinas/1995/index-mensagens/junho/indexmensagem270695.htmlTrecho da Mensagem de 21/09/95 - O FIM DE JERUSALÉMComo agora o Sol já deu o sinal, como já tens gravado Meu filho, e a própria natureza está dando também o seu testemunho. O Meu Dia está chegando, a perseguição dos menores é uma das profecias...http://ceifadores.com.br/site_antigo/novo/mensagens-divinas/1995/index-mensagens/setembro/indexmensagem210995.htmlhttp://ceifadores.com.br/site_antigo/novo/mensagens-divinas/indexano.html
Posted by Iarles Soares Ferreira on Terça, 29 de setembro de 2015



Trecho da Mensagem de 27/06/95 - Eu, Maria Santíssima, Rainha
do céu e da terra, por muitas vezes mostrei o potencial da força que Javé deu à Mim onde tu também tens, Meu filho, GRAVADO NA FITA, O SINAL DO SOL QUE RECEBESTE NO BOSQUE JOÃO PAULO II, A
LUZ QUE BRILHA ATRAVÉS DO SOL, Fui Eu e Meu Filho Jesus, que demos a vocês, para ser visto por muitas pessoas. Se o tens, assim como também a palavra DEUS é porque tiveste a graça na frente do Criador de todo o Universo...


Trecho da Mensagem de 21/09/95 - O FIM DE JERUSALÉM

Como agora o Sol já deu o sinal, como já tens gravado Meu filho, e a própria natureza está dando também o seu testemunho. O Meu Dia está chegando, a perseguição dos menores é uma das profecias.


Todas as Mensagens da Palavra Viva de Deus: A Palavra Viva de Deus
Vídeo: Facebook de Iarles Soares Ferreira

terça-feira, 24 de novembro de 2015

A Medalha Milagrosa explicada por Padre Paulo Ricardo



No dia 27 de novembro se comemora o aniversário da revelação da Medalha de Nossa Senhora das Graças a Santa Catarina Labouré (1806-1876). Foi a primeira grande aparição da Virgem Santíssima depois da Revolução Francesa. Conheça a história desta aparição, a mensagem da Virgem Santíssima e o significado da Medalha.






Corpo incorrupto de Santa Catrina Labouré


Canção "Primeira Aparição de Nossa Senhora das Graças"
Coral "A Palavra Viva de Deus"

Youtube

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O Silêncio Culpado




CRISTÃOS são o grupo mais perseguido na atualidade. 
Como e POR QUE ? 

Arcebispo francês em 1989 e Confidente Católico em 1996 já haviam profetizado

O saudoso Arcebispo Francês, Mons. Marcel Lefebvre, NO DIA 14 DE NOVEMBRO DE 1989, profetiza sobre o perigo dos muçulmanos em território Francês.


****


Mensagem recebida pelo Confidente Católico 
Bento da Conceição 
Taquaras – Balneário Camboriú – SC – Brasil 
Informações: (0xx47) 3169-1316


A 3ª previsão de Nossa Senhora à Lúcia
24/02/1996

Cercado de violência está este mundo pelos anjos do mal. O chefe deles deu a cada um uma missão secreta. Descobrir em cada país o segredo de sua segurança para depois juntar todas elas e ver qual a sua resistência. Até agora esses dois países continuam no maior comando. Os seus armamentos foram feitos para enfrentar países, pela quantidade de soldados já treinados para dar a vida pelo país.


Aqui no Brasil, na Argentina e outros por perto, também na

Inglaterra, no Japão, na China, enfim, por toda Terra, eles estão infiltrados. Cada um recebe a ordem de ir a fundo para saber qual os planos desses países, para que na hora do ataque, com seus foguetes de potência, atinjam as capitais primeiro. Nesse meio tempo ficam excluídos os que dele podem tirar a sua alimentação, porque o país deles já não tem tanto alimento para matar a fome dos seus soldados. Neste período a América do Sul não será atingida.


Bento, Meu filho, vejo que é difícil tu compreenderes tudo isto que estás escrevendo, por seres um homem simples que não conheces essas coisas.


Eu, Meu filho, vejo tudo o que se passa com esta máfia, então não fica difícil para ti escrever.Nas encostas das montanhas desses países violentos estão guardados no fundo da terra, foguetes que um só basta para acabar com uma cidade. São todos controlados por mãos assassinas que não podem ter piedade de ninguém na hora que for dado o grito de alerta.Todos tem que estar prontos para atacar.


Muitos dos pequenos países europeus vão desaparecer, ficando apenas cinza no ar pela destruição. Os gritos de socorro serão ouvidos á distância de quilômetros. Mas ninguém poderá fazer nada.


A Minha Santa Mãe, quando falou a terceira previsão à Lúcia, foi esta. Mas por ordem do Papa, naquele tempo, não quiseram que o mundo soubesse para não dar pânico à humanidade. Se as pessoas tivessem mudado suas vidas estariam fora desta tragédia, mas não deram a mínima importância. A maioria continua pecando cada vez mais. O desrespeito tomou conta desta Terra. São poucos que ouvem os Meus sinais. Seria preciso que a conversão viesse dos países ricos para ajudar os mais pobres. Isto não aconteceu devido a sua ganância, por querer possuir tudo. Agora o que está feito, feito está. O diabo tomou conta do coração desta gente. Com ele não existe piedade. Não será com isto tudo que o ser humano irá se acabar na face da Terra. Haverá para eles um só espaço. Não terão mais como lutar porque os Meus Anjos irão tomar conta derramando sobre a Terra a taça que fará esta gente não enxergar mais nada. Para eles a luz do dia acabou-se. Todos andarão em volta um do outro sem saber aonde ir.Assim completar-se-á o fim dos tempos.


Agora, Meus filhos, vocês não devem continuar a preocupar-se com as coisas materiais para o futuro.


Rezem, rezem mesmo, porque a qualquer momento tudo isto vai acontecer.


Fiquem com a Minha Paz!

Jesus

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Lindo! Na linguagem de sinais americano, a canção "Where's the Line to See Jesus" (Onde está a fila para ver Jesus)





Fiquei encantada com a iniciativa dessa moça. Traduzir para as pessoas com deficiência auditiva uma das canções mais lindas de Natal: "Where's the Line to See Jesus" (Onde está a fila para ver Jesus) de Becky Kelley.

Lembrando que a canção foi baseada em uma história real, conta a cantora Becky Kelley no site de divulgação da música:
No shopping, há alguns anos atrás, meu sobrinho de quatro anos, Spencer, viu crianças fazerem fila para ver o Papai Noel. Depois de ter sido ensinado que o Natal é o feriado que os cristãos celebram o Nascimento de Jesus, perguntou a sua mãe (minha irmã), "onde está a fila para ver Jesus?" Comentei isso com meu pai, que imediatamente tornou-se inspirado e anotou palavras e escreveu a música em apenas alguns minutos.
Das crianças vêm profundas verdades que muitos adultos não conseguem entender.Esperamos que a observação de Spencer faça com que pessoas reflitam sobre o amor de Jesus, e que um dia vamos todos ficar na fila para vê-lo. Estamos muito gratos a nosso Pai Celestial por ter esta oportunidade de compartilhar nossa música com você.


Veja o clipe oficial da canção em inglês que já contém mais de quatro milhões de visualizações

youtube


Veja o clipe  da versão em português, 
gentilmente autorizada pela cantora

youtube


Quer aprender a cantar essa canção? 
Melodia e letra logo abaixo:


ONDE ESTÁ A FILA PARA VER JESUS?
(versão da música - Where's the Line to See Jesus - Becky Kelley )

O Natal se aproximava e todo ano é assim:
pessoas compram presentes, filas no shopping que não tem fim.
Muitos à espera de um homem vestido de Noel;
Não esqueço uma criança que veio me perguntar:

ONDE ESTÁ A FILA PARA VER JESUS? 
NÃO CONSIGO ENCONTRAR!
SE FOI JESUS QUE NASCEU NO NATAL, 
PORQUE NÃO O VEMOS MAIS?

Eu fiquei sem palavras! Que mensagem profunda!
Quando olhei para agradecer, a criança já não estava mais.
Será que aquela criança era um anjo do céu?
Meus olhos se encheram de lágrimas, agora ouço esse anjo a cantar:

ONDE ESTÁ A FILA PARA VER JESUS?
NÃO CONSIGO ENCONTRAR!
SE FOI JESUS QUE NASCEU NO NATAL,
PORQUE NÃO O VEMOS MAIS?
ONDE ESTÁ A FILA PARA VER JESUS?
ELE NASCEU PARA NÓS!
NOEL SÓ VEIO TOMAR SEU LUGAR,
MAS CRISTO DEU SUA VIDA POR NÓS.

O Natal sempre foi e sempre será “O Nascimento de Jesus”.
E ao som da trombeta Ele voltará buscar os Filhos da Luz.

VAMOS CANTAR AO MENINO JESUS!
ELE JÁ ESTÁ PRA CHEGAR!
ABRE A PORTA DO SEU CORAÇÃO
E DEIXE-O ENTRAR!
VAMOS CANTAR AO MENINO JESUS!
ELE NASCEU PARA NÓS!
NOEL SÓ VEIO TOMAR SEU LUGAR,
MAS CRISTO DEU SUA VIDA POR NÓS.

NO NATAL...NO NATAL...
NO NATAL NASCEU O SALVADOR!

Versão (Letra): Janete Moura
Cantam: Janete Moura/Odete Conceição




quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Meu corpo minha regra?. De que lado você está?


REDAÇÃO CENTRAL, 06 Nov. 15 / 07:00 pm (ACI).- “Meu corpo, minhas regras”, esse é o título de um vídeo que gerou repercussões esta semana, ao reunir atores famosos pronunciando discurso abortista. Além de promover o que defende como direito da mulher, o filme indignou a muitos ao colocar em dúvida a virgindade de Nossa Senhora, sugerindo que esta seria um erro de tradução.

O vídeo foi divulgado nesta semana, às vésperas do lançamento do filme Olmo e a Gaivota, de Petra Costa, que venceu como Melhor Longa-Metragem de Documentário no Festival do Rio 2015. Na ocasião, Costa fez um discurso dedicando a premiação às mulheres e defendendo o aborto, postura que foi alvo de críticas na internet. Segundo os produtores, foi em resposta a essas críticas que os atores se uniram para gravar o vídeo.

Blasfêmia contra Virgem Maria

“Falar de gravidez é um tabu. Vem desde Nossa Senhora, que engravidou virgem. Uma gravidez sem sexo, sem corpo, sem desejo e sem medo. Sem sexo? Esse lance de virgindade (é) erro de tradução. Do hebraico pro grego, do aramaico para o hindu”, dizem os atores.

Diante dessa declaração, especificamente, católicos viram a necessidade de esclarecer a questão. Entre eles, Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva, Professor de Teologia Moral, doutor pela Pontifícia Universidade Romana da Santa Cruz.

“Para ajudá-los em seu desconhecimento bíblico, e também para reparar a blasfêmia que cometeram contra a fé cristã, é meu dever lhes dizer que Nossa Senhora é Virgem, e isso não é um erro de tradução”, escreveu em seu Facebook.

O sacerdote cita o profeta Isaías (7,14), o qual afirma: “eis que uma Virgem conceberá e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel”. Sobre este trecho, explica que “a palavra ‘????’, ‘almah’, significa literalmente ‘donzela’, e empregava-se às moças virgens que viviam ainda com seus pais”.

Faz ainda referência ao evangelho de Mateus (1,23), “em sua versão grega”, o qual “traduz a palavra ‘almah’ por ‘παρθενος’, ‘partenos’, que, literalmente, ‘significa’ virgem”.

“O que os evangelistas queriam dizer é que aquele texto de Isaías cumpria-se literalmente no parto miraculosamente virginal de Maria, que gerava humanamente o próprio Deus encarnado em seu ventre imaculado”, explica Pe. José Eduardo.

De quem são as regras?

Um dos argumentos apresentados durante o vídeo e que dá nome ao mesmo é “meu corpo, minhas regras”, seguindo o raciocínio feminista de que a mulher tem plenos direitos sobre o seu corpo e assim poderia decidir se quer ou não dar continuidade a uma gravidez.

Segundo o Pe. José Eduardo, porém, essas regras defendidas, na verdade, vêm de fora. “São as regras dos coletivos feministas marxistas, que servem aos interesses dos Conselhos Populacionais, sucursais de Fundações Internacionais que querem a implantação de um governo mundial, e a redução da natalidade a níveis demograficamente suicidas”, postou em sua rede social.

O sacerdote indica que os envolvidos neste vídeo “venderam seus corpos a quem lhes pagou por isso”, para que eles obedecessem tal regra pensando ser deles próprios. Mas, explica que, de fato, o que acontece é que são enganados pelos promotores dessas ideias, “visto que o melhor engano é aquele em que o ludibriado se sente convicto de não sê-lo, sendo-o”.

“O pior disso é que, embora talvez vocês nunca tenham feito o aborto, algum desinformado o faça por causa de ‘suas’ regras, que não são ‘suas’, nem nunca serão ‘deles’”, observa.

Por fim, Pe. José Eduardo reflete sobre a situação do bebê, o qual em nenhum momento é considerado no vídeo.

“Sinto muito por vocês, sinto muito pelo Brasil, mas sinto muito mais pelos bebês, pois, diante de tantos ‘corpos’, parece que eles mesmos não têm aqueles que, de fato, são seus”, lamenta o padre, que completa: “Eles são os únicos sacrificados, os únicos expropriados de tudo. Eles não têm regras, não é verdade? Então devem obedecer às ‘suas’, aliás, que não são suas?”.

O que está por trás disso tudo

Em artigo intitulado “Entenda porque os atores da Globo estão em uma campanha a favor do aborto”, publicado no site da Casa Pró-vida Mãe Imaculada, Pe. Silvio R. Roberto, MIC, contextualiza a divulgação desse vídeo em relação ao cenário atual dos debates sobre aborto no Brasil.

Ele destaca que “os defensores do assassinato das crianças estão desesperados, pois sua ideologia de morte está perdendo terreno cada dia mais”.

O sacerdote explica que a legalização do aborto no Brasil é um desejo antigo da indústria abortista, que quer ampliar o seu mercado e “faturar em cima do sofrimento de crianças e mães”. Ressalta que a mídia secular anseia “pela liberação do aborto porque este contribui para o seu projeto de Revolução cultural, cujo objetivo é destruir os valores cristãos na sociedade”. Declara ainda que a ONU tem trabalhado para aprovar o aborto nos países membros, com uma “tática de manipulação da linguagem” que defende o “Direito Sexual e Reprodutivo”.

“É sabido que, segundo os planos dos abortistas e pelo montante de dinheiro por eles investido, o aborto já deveria estar legalizado no Brasil há pelo menos uma década. O partido que há mais de dez anos está no poder se comprometeu com esta legalização”, afirma.

Entretanto, observa que é crescente o número de pessoas contrárias à legalização desta prática no Brasil e, “para piorar as coisas para os abortistas, a última eleição que tivemos para o Legislativo formou uma Casa ainda mais conservadora, impedindo que a legalização do aborto passe como lei”.

Como sinal da articulação pró-vida, cita o Projeto de Lei 5.069/2013, que criminaliza o “induzimento, instigação ou auxílio ao aborto”, bem como determina a necessidade do exame de corpo de delito em caso de estupro para a autorização do aborto. Este PL foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e irá a votação no plenário da Câmara.

Por esses motivos, diz que os abortistas precisam recorrer aos filmes e campanhas publicitárias, “na tentativa de ganharem a opinião pública, sempre por meio da mentira e das meias verdades”.

“Se é verdade que a nossa luta é de Davi contra Golias, pois eles detêm a mídia, o dinheiro e a fama, nós detemos a verdade, algo que fala direto ao coração humano. Mas, assim como eles não descansam na busca de seu objetivo sórdido – o assassinato – muito mais nós – cidadãos comuns – devemos nos empenhar por um país de cultura de vida”, completa.

Petição contra o aborto

Também como resposta ao vídeo, a plataforma CitizenGo lançou uma petição de repúdio à esta campanha, a qual pode ser assina no site:http://www.citizengo.org/pt-pt/lf/node%3Anid%5D-repudio-campanha-abortista-atores-globais?tc=wp&tcid=17166967

Confira também:

Acusação de que PL 5.069 dificulta ajuda às vítimas de estupro é armadilha feminista, denunciam

http://www.acidigital.com/noticias/acusacao-de-que-pl-5069-dificulta-ajuda-as-vitimas-de-estupro-e-armadilha-feminista-denunciam-37673/






Leia também:

Vidas roubadas


quinta-feira, 5 de novembro de 2015

O que não me contaram sobre castidade e modéstia (Cap.7): Roupas não importam, apenas o interior?

Geralmente essa é uma frase dita por muitas pessoas, a maioria delas sem nenhum conhecimento do assunto! Simplesmente "acharam" demais da conta! Ou seja, algo chamado "achologia" ... "Eu acho que..." "Minha opinião é que..."... e etc.




Lamentavelmente ouvimos isso de pessoas que desconhecem totalmente a doutrina e a moral católica, bem como escritos dos grandes santos, papas e cardeais sobre o assunto. 


Deixamos claro desde o princípio que o chavão "Só o interior importa" nunca foi dito por nenhum santo, não existe em nenhum documento católico! Porque é opinião sem conhecimento. Agora queremos aqui neste artigo mostrar realmente o que a Igreja tem a nos ensinar sobre isso. Sim, grandes santos escreveram sobre o exterior, sobre a modéstia, mas seus escritos são justamente o oposto do título desse artigo.




Quando estudamos a moral da Igreja esta visão muda completamente! Um sacerdote que é fiel a doutrina da Igreja e fala in persona christi, estuda a moral católica muito mais que qualquer um. E nenhum leigo tem autoridade para dizer "não concordo", é o mesmo que analfabeto ir dizer a Albert Einstein "não concordo com sua teoria". 


Se pesquisarmos o que os santos e Papas dizem a respeito das vestimentas NUNCA encontraremos nenhum escrito dizendo"somente o interior importa, roupas não são importantes, só o amor" e etc. Isso nunca existiu em nenhum escrito, documento católico ou de algum santo, sequer beato ou venerável. Muito pelo contrário, temos muitos escritos deles que falam justamente O OPOSTO. Como por exemplo, o Venerável Papa Pio XII, ele diz:
“Enquanto a modéstia não for colocada em prática, a sociedade vai continuar a degradar. A sociedade revela o que é pelas roupas que veste.” 


Também Santo Afonso de Ligório afirma que SIM o exterior é sim importante, e mais ainda, o exterior é o REFLEXO do nosso interior:


"Só Deus vê o nosso coração; os homens
vêem apenas nossas obras externas e, ou se edificam, ou se escandalizam com elas. "Pelo rosto se conhece o homem", diz a Escritura (Ecli 19, 26), isto é, pelo exterior se depreende o que é o homem interiormente. Todo cristão, por isso, deve ser o que era São João Batista, conforme as palavras do Salvador (Jo 5, 35): "Uma lâmpada que arde e ilumina". Interiormente deve arder em amor divino; exteriormente, alumiar, pela modéstia, a todos os que o vêem" (Escola da Perfeição Cristã - S. Afonso de Ligório). 


Pois bem, aí ele deixa claro que sim, o exterior é sumamente importante, porque os homens só veem o exterior. E através disso podem se escandalizar ou se edificar, só Deus vê o interior!! Os homens não! 


A própria bíblia desmente esse papo de que "só o interior importa":


“A Veste do corpo, o riso dos dentes e o andar do homem, dão a conhecer o que ele é”.Eclesiástico XIX, 27


"Dão a conhecer o que ele é" as sagradas escrituras automaticamente querem dizer que nosso interior depende de como nos vestimos. É exatamente o que disse o Cardeal Siri, a respeito do uso de calças pelas mulheres, o dito cardeal que tanto lutou contra a masculinização da mulher anos atrás. 


A própria bíblia diz que é abominável a mulher vestir roupas de homens e vice versa. Ora, se essa frase de que "só o interior importa" fosse verídica, nas escrituras estaria escrito algo semelhante "só o interior importa, cultivem o interior, as roupas não são importantes e etc". Mas pelo contrário, a bíblia dá regras concretas sobre vestimentas:


"A mulher não se vestirá de homem, nem o homem se vestirá de mulher: aquele que o fizer será abominável diante do Senhor seu Deus." Deuteronômio XXII, 5


E também o doutor Angélico, Grande São Tomás de Aquino, na Suma Teológica diz o mesmo:


“O vestuário externo deve ser consistente com o estado da pessoa, segundo o costume geral. Por isso, é em si pecaminoso para uma mulher vestir roupas de homem, ou vice-versa, especialmente se isso for causa de prazer sensual, e é expressamente proibido pela Lei (Dt 22)… No entanto isso pode ser feito às vezes por conta de alguma necessidade, seja para se esconder dos inimigos, ou por falta de outras roupas, ou por algum outro motivo.” (Summa Theologiae II, II, questão 169, artigo 2, a resposta à objeção 3).


Depois de tantos escritos magníficos de Papas e doutores, espero ter conseguido esclarecer esta questão.

Fonte:

Veja também:
O que não me contaram sobre a castidade e modéstia:Introdução, Capítulo 1, Capítulo 2 , Capítulo 3 , Capítulo 4Capítulo 5, Capítulo 6

terça-feira, 3 de novembro de 2015