sábado, 29 de outubro de 2016

Vinde, ó vem, Emanuel


Linda canção que enche nosso coração de paz, amor e alegria!


Versão Natalina com The Piano Guys.




quinta-feira, 27 de outubro de 2016

O Poder da 'AVE MARIA'



Milhões dos católicos rezam frequentemente a Ave Maria. Alguns repetem-na depressa, nem mesmo pensando nas palavras que estão dizendo. Este artigo poderá ajudá-lo a recitá-la mais pensativamente.

Todas as vezes que rezamos a Ave Maria, saudamos Maria com aquela mesma saudação que Santa Isabel, “cheia do Espírito Santo”, saudou sua prima, “em alta voz”: “Bendita és tu entre as mulheres".
Maria é “a filha predileta de Deus”, “aquela que na Santa Igreja ocupa o lugar mais alto depois de Cristo e o mais perto de nós” .

– Uma Ave Maria bem rezada enche o coração de Nossa Senhora com alegria e nos concede grandes graças. Uma Ave Maria bem recitada dá-nos mais graças que mil rezadas sem reflexão.

O Livro dos Provérbios diz: “A Sabedoria construiu para si uma
Casa, nela esculpiu sete colunas” (Pr. 9,1). S. Bernardo,
comentando este texto no “Sermão de Assumptione B. Mariae”, aplicou-o à Virgem Maria: Casa Virginal, sustentada por sete colunas, porque enriquecida com os sete dons do Espírito Santo: o dom da sabedoria, o da inteligência, o do conselho, o da fortaleza, o da ciência, o da piedade e o do temor de Deus” (MM, p. 69).
Se ela é aquela criatura única “cheia de graça” e da presença do Senhor – “o Senhor é contigo” -, então Maria está repleta de todos os dons e graças de Deus.


Ensina Santo Afonso que “Maria é a filha primogênita do Pai Eterno”, e diz que os sagrados intérpretes e os Santos Padres aplicam-lhe este texto da Escritura: “Eu saí da boca do Altíssimo, a primogênita antes de todas as criaturas” (Eclo 24,5). Segundo o santo doutor, “Maria é a primogênita de Deus por ter sido predestinada juntamente com o Filho nos decretos divinos, antes de todas as criaturas. Ou então é a primogênita da graça como predestinada para Mãe do Redentor, depois da previsão do pecado” (GM, p. 208). 
E também diz São Bernardo à Senhora: “Antes de toda a criatura fostes destinada na mente de Deus para Mãe do Homem-Deus”.


Segundo ensina S. Tomás, “a cada um o Senhor dá graça proporcionada à dignidade a que o destina. A Santíssima Virgem foi escolhida para ser Mãe de Deus, e portanto o Altíssimo capacitou-a certamente com Sua graça. Antes de ser Mãe foi Maria, por conseguinte, adornada de uma santidade tão perfeita que a pôs à altura dessa dignidade” (GM, p. 230),


Entre todas as mulheres de todos os tempos e de todos os lugares. Deus escolheu Maria para ser Sua Mãe. Esta glória de Maria a fez cantar perante S. Isabel:
Por isso, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo…” (Lc 1,42ss).


Amar e confiar em Maria é ser feliz agora na Terra e depois feliz no céu. O dr.Hugh Lammer foi um dedicado protestante, com forte ódio contra a Igreja Católica. Um dia ele encontrou uma explicação da Ave Maria e começou a lê-la. Ele ficou tão encantado com ela que começou a rezá-la diariamente. Insensivelmente, toda a sua animosidade anti-católica começou a desaparecer. Ele se tornou um bom católico, um santo padre e um professor de Teologia Católica em Breslau.
Sta Matilde, que amava muito Nossa Senhora, certo dia estava se esforçando para compor uma bela oração em Sua honra. Nossa Senhora apareceu-lhe, trazendo no peito letras douradas em que se lia: “Ave Maria, cheia de graça”. Disse-lhe: “Desista, minha filha, de seu trabalho, pois nenhuma oração que talvez você pudesse compor dar-me-ia a alegria e o prazer da Ave-Maria”.



Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.







segunda-feira, 24 de outubro de 2016

“Bergoglio está se movendo rumo a um novo modelo de papado”.

O início do centenário das aparições de Fátima, em 13 de outubro de 2016, foi enterrado sob um manto de silêncio. Nesse mesmo dia, o Papa Francisco recebeu mil “peregrinos” luteranos na Sala Paulo VI, enquanto no Vaticano era homenageada uma estátua de Martinho Lutero.Além disso, o Papa Francisco viajará no próximo dia 31 de outubro a Lund, na Suécia, onde participará da cerimônia conjunta luterano-católico para comemorar o 500º aniversário do protestantismo. Sua escolha deixou muitos Católicos perplexos (e ainda mais preocupados com as “concessões” teológicas que ele poderia fazer por lá), e levantou um vespeiro de protestos na rede, também por causa da escolha de Bergoglio, que na última quinta-feira, dia 13 de outubro, enquanto esqueceu do “milagre do sol” ocorrido em Fátima, fez entrar no Vaticano, em uma audiência, até mesmo uma estátua de Lutero.

É verdade que nessa audiência estavam presentes também protestantes, mas o significado simbólico daquela entrada com toda pompa da estátua de Lutero no Vaticano (onde o seu retrato estava ao lado do de Bergoglio) provocou um verdadeiro escândalo. Mesmo porque – exatamente – ocorreu no dia de Nossa Senhora de Fátima, que, por sua vez foi totalmente ignorada.



Lutero é a origem daquele subjetivismo do qual – como ensina Jacques Maritain – nasceram, em seguida, filosofias e ideologias que vivenciamos nos tempos modernos.


As aparições de Fátima, por sua vez – onde Nossa Senhora previu a Revolução Bolchevique na Rússia, a perseguição comunista e a Segunda Guerra Mundial – advertiram sobre as consequências apocalípticas dessas ideologias contra Deus.


No dia 31 de outubro de 1517, Lutero fincou suas 95 teses na porta da catedral de Wittenberg. No dia 13 de outubro de 1917, diante de 70.000 pessoas, Nossa Senhora deu o famoso sinal que ela havia anunciado aos três pastorinhos nos meses anteriores, um sinal que a imprensa laica portuguesa havia reivindicado.


Não há explicação, a não ser aquela que Paulo VI tinha previsto, ao conversar com Jean Guitton: “dentro do catolicismo parece às vezes predominar um pensamento de tipo não católico, e pode acontecer que este pensamento não-católico dentro do catolicismo se torne no futuro mais forte. Mas isso nunca vai representar o pensamento da Igreja”.


Paulo VI não podia imaginar que o “pensamento não-católico” poderia chegar até ao vértice da Igreja, onde chegou impulsionado por correntes teológicas e clericais internas fortes. Mas, existem também grupos de poder externos à Igreja que durante décadas defendem a conversão do Vaticano à ideologia do “politicamente correto”.


Ainda nesta semana descobrimos pelo Wikileaks que importantes personalidades do partido Democrata americano (no poder com Obama e Clinton) discutiam, em 2012, como “plantar as sementes de uma revolução” dentro da Igreja, obviamente, para sustentar os temas habituais “progressistas” (ecologia , sexualidade, imigração).


Um ano mais tarde, em 2013, na Igreja houve a renúncia enigmática de Bento XVI – combatido por todos os meios de comunicação e poderes do mundo – e a chegada de Bergoglio, aclamado por todos os meios de comunicação e os poderes secularistas.


Há quem acredite que a chave para esses eventos – relacionados com os “dois papas” – esteja precisamente na visão enigmática do Terceiro Segredo de Fátima: Irmã Lucia fala de um “bispo vestido de branco” e depois ela vê “o Santo Padre, meio trêmulo” que atravessa uma cidade destruída “, com passo vacilante, aflito com dor e tristeza.


Matérias completas em:


*****

O Papa Leão X, com a Bula Exurge Domine (15 de junho de 1520), na qual condena 41 dos erros defendidos por Lutero em 1517, afirma solenemente: “Pela autoridade do Deus Todo-Poderoso, dos
santos apóstolos Pedro e Paulo, e de nossa própria autoridade, nós condenamos, reprovamos, e rejeitamos completamente cada uma dessas teses ou erros como heréticos, escandalosos, falsos, ofensivos aos ouvidos piedosos ou sedutores das mentes simples, e contra a verdade católica. Listando-os, nós decretamos e declaramos que todos os fiéis de ambos os sexos devem considerá-los como condenados, reprovados e rejeitados […] Nós os proibimos a todos em nome da santa obediência e sob as penas de uma automática excomunhão […]”.

*****

...este que ficou no lugar de João Paulo II, na sua nomeação por Mim não foi escolhido, e sim pelos que já vinham Me desobedecendo, como estão, que primeiro todos os sacerdotes devem fazer como ele quer, e não mais como escrito está. 
...Quem Me ouve e guarda os Meus Mandamentos só precisa conservar o que aprendeu, dando-Me o máximo de respeito por tudo o que ensinei.(Jesus de Nazaré e Papa Pedro II)
(Trecho da Mensagem da Palavra Viva de Deus, recebida pelo confidente católico Bento da Conceição em 19/10/2016).


terça-feira, 11 de outubro de 2016

Ave Maria (em latim) cantada pelo coral PVD


Salve Maria!


Em 2012, o coral das crianças d'A Palavra Viva de Deus cantou, a pedido do Padre Rômulo, a Ave Maria em latim na Solenidade de Nossa Senhora Aparecida. 
No final de sua vida na terra, nosso sacerdote já tinha perdido totalmente sua audição, mas no ano de 2012, ele pode escutar uma de suas canções preferidas na voz das crianças à Mãezinha do céu, de quem ele era muito devoto.
Que alegria rever esse momento tão especial com as crianças cantando para Nossa Senhora!
Agradecemos à irmãzinha Edileuda, que mais uma vez atendeu a um pedido nosso editando esse vídeo e por sempre estar à disposição, divulgando as canções e as Mensagens da Palavra Viva de Deus. Deus lhe pague!






Solenidade de Nossa Senhora Aparecida de 2012: Homilia e Mensagens



Homilia com Padre Rômulo C. de Souza
Dia 12/10/2012
Solenidade da Nossa Senhora Aparecida
Igreja da Obediência a Deus Pai
Taquaras- Balneário Camboriú- SC



Mensagens recebidas pelo 
Confidente Católico Bento da Conceição (Pedro II) 
Dia 12/10/2012
Solenidade da Nossa Senhora Aparecida
Igreja da Obediência a Deus Pai
Taquaras- Balneário Camboriú- SC




Nota: A Palavra Viva de Deus é um grupo de leigos CATÓLICOS obedientes às regras conservadoras da única Igreja Cristã verdadeira. Somos liderados pelo Profeta Pedro II, confidente de Jesus, Nossa Senhora e do Céu inteiro, que a mais de 44 anos vem recebendo as Mensagens do Céu e transmitindo para o mundo inteiro.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Música: Padroeira do Brasil

Música contando um pouco da história de Nossa Senhora Aparecida: Sua imagem, de cor morena, encontrada no Rio Paraíba por pescadores, a libertação do escravo, onde as correntes caíram no chão por Sua intercessão. 
A música é de Aline Conceição e junto com ela canta a Clara, sua sobrinha.
Pedimos as bênçãos da Padroeira do Brasil para todas as famílias através dessa canção!



Mensagens PVD 2016: Mês de outubro

Salve Maria! 


Devido a necessidade emergencial de se fazer chegar estas Santas Mensagens o mais longe possível, além das fronteiras desta "Terra de Santa Cruz" inclusive, e cientes de que muitos visitantes e peregrinos deste blog não conhecem a "PALAVRA VIVA DE DEUS", colocamos os alertas do Céu aqui, que não cansa de nos avisar sobre os perigos da época em que vivemos.


Abaixo, clique no Livro e leia as Mensagens do mês de outubro de 2016:



Outras Mensagens da PVD aqui

sábado, 1 de outubro de 2016

História de uma alma (Santa Teresinha do Menino Jesus)

Santa Teresinha do Menino Jesus é um fenômeno espiritual
extraordinário que abalou a França e a história da Igreja. Nascida em 2 de janeiro de 1873, em Alençon, ela experimentou o amor de Deus em sua vida desde muito pequena, por meio de seus pais, os bem-aventurados Luís Martin e Zélia Guérin. Desejosa de entregar-se totalmente a Deus, Teresa abraçou a vida religiosa e foi ali, no Carmelo de Lisieux, que ela escreveu a doutrina espiritual de sua "pequena via" e passou pela derradeira paixão de sua vida – uma tuberculose, que a levou muito cedo, em 30 de setembro de 1897.

Em um colóquio de despedida com Madre Inês de Jesus, em 17 de julho de 1897, Santa Teresinha confidenciava: "Passarei o meu Céu fazendo o bem sobre a Terra". Com efeito, tão logo ela morreu, começaram a aparecer milagres operados por sua intercessão. Teresinha foi vista em vários lugares do mundo, aparecendo inclusive para soldados nas trincheiras, durante a Primeira Guerra Mundial. Sua fama espalhou-se e começou a popularizar-se a famosa "novena das rosas", durante a qual as pessoas relatavam ter recebido rosas como sinal da proteção de Teresinha. O Carmelo de Lisieux não sabia mais o que fazer com tantas cartas: chegava-se a receber 500 por dia!

Enfim, no ano de 1925, o Papa Pio XI, reconhecendo a notável força de sua devoção, canonizou Santa Teresinha do Menino Jesus, declarando-a, depois, padroeira das missões, ao lado de São Francisco Xavier, e padroeira da França, ao lado de Santa Joana d'Arc.

O Brasil tem a honra de ser pioneiro na veneração da memória de Santa Teresinha. De fato, o português foi uma das primeiras línguas a que a obra "História de uma alma" foi traduzida. Muitos santuários, basílicas e igrejas foram dedicados a ela em solo brasileiro. A urna que serve de depósito para os seus restos mortais é mais uma expressão da generosidade de fiéis brasileiros, que a doaram para a França. Não sem motivo esta urna é chamada pelos franceses la châsse du Brésil ("a caixa do Brasil").


Em 1997, no centenário do nascimento de Teresa para o Céu, quando sua devoção na Igreja já estava consolidada, o Santo Papa João Paulo II proclamou Santa Teresinha do Menino Jesus doutora da Igreja.

A grandeza da doutrina de Santa Teresinha, que fez o santo João Paulo II chamá-la de "mestra da fé e da vida cristã", manifesta-se de modo especial na conhecida obra "História de uma alma".

É particularmente no conhecido "Manuscrito B" deste livro, uma carta escrita a seu punho à Irmã Maria do Sagrado Coração, que está compendiada a sua doutrina espiritual. Esta, por sua vez, resume-se em uma palavra: o amor.

Santa Teresinha amava a Deus de forma muito simples. Ela fazia com que tudo no seu dia a dia se transformasse em amor. Em um dia de calor, por exemplo, não enxugava o suor do seu rosto, em sinal de mortificação, porque Jesus tinha sangue na face quando era crucificado. Ela realizava pequenas penitências com um amor grandioso: fazia as coisas ordinárias com uma caridade extraordinária. E, assim, transformando tudo em um grande ato de amor, ela conseguiu, heroicamente, passar por uma tuberculose, a última paixão de sua vida.


O bem maior que Teresinha quer fazer a seus devotos, mais que os milagres alcançados por sua intercessão, é ensinar-lhes o caminho da santidade. Então, vamos, com coragem, trilhar este caminho, junto com a pequena Teresa.

Artigo completo: padrepauloricardo.org

*****
Lindo filme: História de uma alma
(monólogo extraordinário)