sexta-feira, 6 de maio de 2016

Meninas Cantoras de Petrópolis e Nossa Senhora do Monte Serrat

Louvado seja Deus, nosso Pai e nosso irmão!

Caro leitor:

Você conhece as Meninas Cantoras de Petrópolis?

E Nossa Senhora do Monte Serrat?
Eu, Janete, conhecia o trabalho das Meninas, mas confesso que não conhecia Nossa Senhora do Monte Serrat. 
As Meninas Cantoras de Petrópolis, regido pelo maestro Marco Aurélio Xavier, era um coral formado apenas por meninas, em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Digo "era", porque esse mês (maio/2016), na página do G1, foi noticiado o término das atividades do coral após 40 anos de existência por falta de recursos. Para mim, uma triste notícia, pois esse coral é diferente em muitos aspectos: na forma de se vestir, no repertório, na disciplina e especialmente na técnica vocal. 
Vamos ver um vídeo que explica o porquê da técnica vocal desse coral ser tão diferente. Será que é só técnica?  E a história do coral com Nossa Senhora do Monte Serrat. 






Minha família e eu tivemos o prazer de assistir a duas apresentações das Meninas e digo que não tem como não ficar arrepiado do começo ao fim, pois as vozes têm algo sobrenatural de verdade.

O uniforme impecável, onde, em uma entrevista, o maestro disse
que o coral se vestia realmente como menina, de vestido, meia e sapato de verniz, como era antigamente serviu de inspiração para um coral no interior de São Paulo, chamado Nova Vida, onde tive o prazer de crescer cantando, tocando e mais tarde, na coordenação, preparando as crianças para cantar na Santa Missa e fazer
Apresentações Natalinas.


O coral das Meninas já gravou com vários artistas brasileiros e também no exterior. 

No site oficial do coral diz que foi o 1o. grupo criado no País formado exclusivamente por "Meninas", se dedicou aos grandes shows populares, muitos realizados em grandes espaços ao ar livre para milhares de espectadores mas sem perder jamais a tradição nas oportunidades em que eram convidadas para atuar sob a regência de renomados maestros ao lado de importantes orquestras, quando interpretavam páginas dos grandes mestres, seja a música sacra, oratórios, coros de óperas, etc..

Desde seu ingresso no "Curso Preparatório", por volta dos 7 anos, até seu desligamento, aos 15, cada integrante das "MCP" passava por uma valiosa experiência musical, artística e cultural, que tem credenciado a muitas ex-meninas cantoras seguirem carreira, sempre admiradas pelo singular "Som de Prata" que sempre caracterizou o grupo.

Veja abaixo alguns vídeos de canções interpretadas pelas Meninas Cantoras de Petrópolis e também o site para conhecer ainda mais esse lindo trabalho que deixará saudades.


Que Deus e a Virgem Santíssima os abençoe!

Janete Moura















Meninas Cantoras de Petrópolis
História de Nossa Senhora do Monte Serrat




Postar um comentário